sexta-feira, setembro 3

RAIO X DO SEU INTERIOR.

Átila da Silva para o CONTRA MÃOS

Nesse tempo em que convivo com pessoas e, principalmente, comigo mesmo, tenho percebido a dificuldade que temos de cultivar o saudável hábito cotidiano da auto-avaliação. Apreciamos a idéia de que 'já chegamos', de que 'estamos indo bem', de que 'nossa vida só necessita de ajustes finos, pequenas e quase imperceptíveis correções de rota'... Enquanto vivemos cada dia observando, avaliando e estabelecendo listas de sugestões, com criatividade invejável, para as outras pessoas mudarem a sua maneira de ser, de pensar, de se comportar, de se vestir, de se apresentar, de comer, de rir ou chorar, perde-se reiteradamente, como que por um bolso furado, o ensejo de aproveitarmos todo esse esforço de análise e criação para cuidarmos da saúde, da robustez, da genuinidade e dos frutos que nós mesmos estamos produzindo. São bons ou maus?
O filme a seguir nos ajudará nessa reflexão. Usufrua e mude...


Jesus ensinou:
"Não julguem, para que vocês não sejam julgados... Por que você repara no cisco que está no olho do seu irmão, e não se dá conta da viga que está em seu próprio olho? Como você pode dizer ao seu irmão: 'Deixe-me tirar o cisco do seu olho', quando há uma viga no seu? Hipócrita, tire primeiro a viga do seu olho, e então você verá claramente para tirar o cisco do olho do seu irmão...Semelhantemente, toda árvore boa dá frutos bons, mas a árvore ruim dá frutos ruins. A árvore boa não pode dar frutos ruins, nem a árvore ruim pode dar frutos bons... Assim, pelos seus frutos vocês os reconhecerão!"

FONTES:
Foto árvore: rayanrod.wordpress.com
Filme: RefletirTV
Texto Bíblico: Mt.7:1-20; Nova Versão Internacional.