domingo, janeiro 29

TREINAR PARA NÃO ERRAR!

Átila da Silva para o CONTRA MÃOS

Um problema permanente no trabalho com voluntários nas comunidades de fé locais é a falta de habilidade dos líderes em treinar essas pessoas que lhes foram confiadas por Deus(1).


A atenção parece voltar-se insistentemente para o quesito "número de pessoas assistindo" ao culto. Quanto maior esse número (presentes ou pela internet), mais se instala a certeza de que o líder está no caminho certo e a igreja local crescendo como Deus quer. As pessoas gostam de declarar: "- Antes de ele (líder) chegar aqui tínhamos um punhado de pessoas assistindo ao culto. Agora, veja quanta gente! Ele é um homem de Deus".


Mas será que o crescimento espiritual está acontecendo na mesma medida da assistência a cultos?
O que realmente é importante para um discípulo de Jesus quando está em reunião com os outros discípulos? Será que é o sentimento de pertencer a um grande grupo ou é o crescimento espiritual EFETIVO e o preparo para a VIVÊNCIA dos princípios de Deus na vida real? 


É incrível como as pessoas que fazem parte de uma agremiação religiosa podem frequentar um local de cultos por anos a fio sem saberem se estão crescendo e sem serem motivadas a desenvolver seus potenciais pessoais - espirituais, emocionais e materiais - no investimento em gente.


Enquanto não crescem, se enganam com a ideia de que o tempo de frequência a cultos e programas lhes fará amadurecer. Ilusão. 


Quando é que os líderes pararão de investir em pirotecnia emocional de final de semana e olharão com seriedade e senso de vocação para as pessoas ali assentadas?  

Cuidado! Se você tem um líder que não se envolve pessoalmente na sua capacitação prática para o trabalho de Deus (que não é outro senão investir no crescimento integral das pessoas) repense sua permanência nesse local.


FONTES e NOTAS
1. Isso levando em consideração que esses líderes estejam conscientes de sua vocação e atuem na igreja em sintonia com as exigências da Obra de Deus. Infelizmente, temos visto diversos líderes abrindo mão do compromisso pessoal com a vontade de Deus para investir na antiga ideia do "show deve continuar".


2. Ilustração trabalhada por CONTRA MÃOS a partir do seu original in fundamig.org.br

quinta-feira, janeiro 12

Water Ink - criatividade para oxigenar o mundo!

Átila da Silva para o CONTRA MÃOS
"Sabemos que toda a natureza criada geme e agoniza até agora, como se sofresse dores de parto"(1).
O texto apresenta, dentre outras lições, a justificativa da degradação da natureza: a queda espiritual do homem (verso 20). Este atua como explorador das riquezas criadas dirigido pela insanidade de sua cobiça. A relação que estabelece com o universo ao seu redor é de usufruto irresponsável, violento e individualista.(2)
Assim, fica claro para esse homem deseducado que jogar lixo pela janela do automóvel não se constitui em delito contra o seu próximo, pois o que vale mesmo é a satisfação imediata de sua pretensa necessidade. É impensável para ele deixar aquele objeto indesejável dentro de sua preciosa propriedade móvel! O egoísmo pessoal gerencia suas posturas e ações.
Os discípulos de Jesus são chamados a impactar a Terra com seu amor por tudo o que Deus criou banhados pela gratidão gerada pela graça salvadora que recebem dEle(3). Mas é muitíssimo difícil encontrar uma comunidade de fé que mantém qualquer programa de reciclagem de lixo ou de apoio a iniciativas governamentais ou do terceiro setor nesse sentido(4). É difícil encontrar um grupo que se importa realmente com as necessidades dos vizinhos e do bairro onde está instalada. Dizem que o pensamento está no céu...

O assunto não é simples, mas se começarmos a refletir sobre ele a partir da avaliação séria de nossas motivações interiores em comparação com a Palavra de Deus poderemos chegar mais rápido à sanidade e ao esclarecimento espiritual. 

Abaixo um vídeo criativo e que pode ajudar você a pensar melhor sobre o assunto:(5)
"Dirty water is the leading cause of death in the world. Journalists, help us spread the word" - Água poluída é a principal causa de morte no mundo. Jornalistas, nos ajudem a espalhar a palavra(6).


FONTES E OBSERVAÇÕES:
1. Romanos 8:22 - junção das traduções NVI e Almeida 21: .
2. Foto obtida em: www.cibergentil.wordpress.com.
3. Veja o sensacional texto de Tito 2:11,12 - "Porque a graça de Deus se manifestou, trazendo salvação a todos os homens e ensinando-nos para que, renunciando à impiedade e às paixões mundanas, vivamos neste mundo de maneira sóbria, justa e piedosa" (Almeida 21). Isso não inclui uma ação de preservação da glória de Deus como revelada na criação? Veja ainda Rm.1:20 e Salmo 19.
4. Muitas vezes denominações ajudam a depredar o patrimônio da natureza implantando trabalho em terras de invasão com o fito de levar a salvação! Haveria condições de conjugar as duas iniciativas (Pregação e Preservação) conforme a vontade de Deus? Ou o que acontece com esse mundo não importa ao discípulo? 
5. World Water Day - Solidarités International: http://www.solidarites.org/eau-potable/campagne-Journee-Mondiale-de-leau-2011-eng.shtml.  
6. Tradução nossa.

terça-feira, janeiro 10

Padrão de comparação do sucesso pessoal

"Maior é a pessoa paciente do que o herói de guerra...
Maior é a pessoa que domina a si mesma do que aquela que conquista uma cidade".
Livro bíblico de Provérbios, capítulo 16 e verso 32.  

"Andar com Jesus passa necessariamente pela confrontação da minha realidade pessoal interior com Sua senda de verdades relacionais maduras e transformadoras".
Átila da Silva (2010) .

segunda-feira, janeiro 2

NOVO ANO, NOVIDADE DE VIDA?

Átila da Silva para o CONTRA MÃOS


O texto do livro bíblico aos discípulos de Jesus em Roma (Aos romanos), em seu capítulo 6 e verso 4, aponta o caminho de posicionamento apropriado diante do "novo ano" àqueles que seguem o Mestre de perto. "Portanto, fomos sepultados com ele na morte pelo batismo, para que, como Cristo foi ressuscitado dentre os mortos pela glória do Pai, assim andemos nós também em novidade de vida"(2).

O discípulo verdadeiro não precisa de uma data especial, ou seja, um 'ano novo' para repensar sua trajetória de vida, pois faz isso diariamente impelido pela orientação bíblica e pelo compromisso de viver a cada dia como morto para a maneira de ser viciada que envolve a sociedade sem Deus: enraizar-se nesse mundo fazendo dele sua esperança e o fator gerador de razão para existir. A gramática do texto(3) afirma que o discípulo de Jesus deve fazer de sua existência uma história de novidade de vida, enquanto anda nesse mundo.

Assim, não precisará de quartas-feiras de cinzas, de anos novos, de natais ou páscoas para que sua mente seja estimulada a fim de rever a existência e pesar os procederes que podem fazê-lo gente nova de dentro para fora(4). Todos os dias pode andar muito melhor e intensamente como um ressuscitado que recebe uma segunda chance para viver.

  

FONTES:
1. Foto inicial trabalhada com editor de imagens PP a partir do original in destination360.com.

2. Texto bíblico da versão Almeida século 21. Vida Nova (www.vidanova.com.br/almeida_bibliaonline.asp). 

3. O texto aos romanos foi escrito em grego koinē: καὶ ἡμεῖς ἐν καινότητι ζωῆς περιπατήσωμεν. kái hēmeis en kainótēti zōēs peripatēsōmen.

4. Não precisamos viver as mesmas relações anestesiantes impostas pelo consumismo, o hedonismo e a correnteza alienadora da maioria que pauta a vida pela normalidade do pensamento midiático geral, do inconsciente coletivo. Romanos 12.2 "E não se amoldem ao esquema deste mundo, mas transformem-se pela renovação da sua mente, para que vocês façam prova da vontade boa, agradável e perfeita de Deus". (Tradução nossa). 

5. Foto manipulada por CONTRA MÃOS a partir da imagem base in zazzle.com.