quarta-feira, junho 13

Profissão ou vocação?

Átila da Silva para o CONTRA MÃOS


"Assim como a política,
a religião não deveria ser profissão"


"O pregador não é um homem profissional [...];
seu ministério não é uma profissão;
é uma instituição de Deus,
uma devoção a Deus".
E.M.Bounds


In
Brothers, We Are Not Professionals: A Plea to Pastors for Radical Ministry; John Piper. B & H Publishing Group, 2002, p.1
em português - http://www.vidanova.com.br/produtos.asp?codigo=429